domingo, janeiro 16, 2011

Minha Amiga...


Lembro-me daquelas tardes de domingo, muita água, muito protetor solar, uma piscina de plástico, e muito sol pra iluminar, muitas gargalhadas, muita histórias pra contar, dias perfeitos!
Eu sempre fui uma pessoa muito fechada, fazia amizades, mas não conseguia me relacionar, precisava sentir confiança pra me entregar, precisava sentir firmeza pra confiar e me entregar, mas contigo tudo fluiu tão rápido natural, que quando percebi tinha  me entregado, desencanado.
Dentro de um ano conheciamos-nos como se convivessemos á séculos juntas, sabíamos gosto e manias uma das outra. Até quando estávamos triste, chateadas ou estressadas, (como costumamos dizer) (risos) já sabiamos logo.
Mas...por mais orgulhosa que seja, ou por mais que queira mostrar segurança, a verdade é que eu não gosto quando ficamos cheteadas uma com a outra. Apesar de todas as nossas fraquezas e falhas, precisamos uma da outra. Eu sei, reconheço que sou uma pessoa difícil de lidar, muitas vezes tenho raiva disso, mas vejo que você tem me mostrado aos poucos o que é preciso mudar. O fato é que eu não gosto de me chatear, contigo em muito menos de magoa-la. É em você que eu confio pra contar-lhe meus sentimentos,  pensamentos, imaginações, traumas e medos. É você que tem a paciência em me dar conselhos, mesmo aqueles que não quero ouvir, e faço bico. (risos) É você quem me da aquele abraço apertado, como quem diz, -Calma, vamos conseguir. E então relaxamos, e rimos de tudo depois.
Não queria, mas vou  admitir. - Eu tenho ciumes de você, mas é um ciúmes inocente, de quere-la sempre perto. Eu sei que isso á incomoda, pois incomoda a mim também, vou tentando mudá-lo.
Acredito que já saiba, mas quero dizer-lhe que não quero você como posse, não quero você como distração, não quero você como objeto ou passatempo. Quero apenas sua amizade, seu carinho, seu afeto, e principalmente seu companheirismo. É tudo que me da, sem eu nuca pedir. Tão bom saber que posso contar contigo, tão gratificante saber que há alguém, além de vó e mãe, que se preocupa e cuida de mim.
Escrevo hoje, somente para agradecer. Não posso dizer mais nada, pois não tenho palavras.
Apenas o meu profundo agradecimento, e que nunca se esqueça:
Posso não ser a melhor, mas serei a amiga de sempre... Te Amo!
Postar um comentário