segunda-feira, maio 16, 2011

Se não faz bem, então não faz falta...


Sinto-me tão mais leve... Como se tivesse deixado uma barganha enorme pra trás, é como  se apagasse um mural totalmente rabiscado, e agora eu tenho  a oportunidade de risca-lo de novo, porem agora de um jeito mais certo, mais bonito.
Nunca pensei que fosse dizer isso, esse sentimento parecia ter se eternizado dentro de mim, mas você não faz idéia de como é bom dizer que finalmente eu te esqueci, é uma surpresa, mas é a verdade.
É eu te E-S-Q-U-E-C-I.
Muitas pessoas dizem que o verdadeiro amor a gente nunca esquece.
Isso não sei, mas posso afirma que já não dói mais.
Talvez você não esperasse isso, não tão cedo,  acho que nem eu esperava, mas demorou demais, com tantos devaneios e lembranças que tinha de você, parecia impossível remove-lo do meu pensamento.
Mas é real. Não dói mais, não machuca mais, passou!
E olha que eu temi esse momento, tive medo de esqueço completamente.
Acho que no fundo, no fundo restava-me uma esperançazinha de você.
Mas hoje sinto-me tão leve, e desejo sentir-me assim por muito, muito tempo.
Você foi especial, mas foi enquanto foi infinito, e o meu infinito de você acaba aqui.
Fica apenas uma vaga lembrança de tudo.  Sorte! Sorte é  tudo que te desejo.
Não sinto que sai perdendo, pelo contrário, sinto que sai ganhando, sinto-me livre.
Eu com convicção penso:
"Se Deus lhe tira algo é porque tem um algo muito melhor para lhe dar."
E estou livre pra receber, sinto-me pronta, e então me agarro nas minhas verdades, e sigo, mas agora eu sigo tranquila, sigo feliz.
Antes o coração vazio, do que um inquilino que não o merece, pois aquilo que não me faz bem, também não me faz falta.

Brunett´S
Postar um comentário