quinta-feira, maio 30, 2013

Sou eu sendo a melhor versão de mim mesma.

É mesmo uma confusão, mas é uma confusão organizada e sincera. Estou me perdendo nela, mas é tão clara e óbvia que fica impossível evitar. Eu sei que é caótica, porém estou descobrindo outras possibilidades em meio desse caos. Recorro a lembranças, mas tenho epifanias sobre o futuro. É o vazio mais confuso que pode existir, é a saudade martelando o peito, é a coragem gritando e fazendo com que eu siga em frente. Sou eu confusa, sincera, nostálgica, corajosa e caótica. Sou eu sendo o melhor que posso ser, porque eu não desisto de ser sempre melhor e mais evoluída. Sou eu sendo otimista no meio de tanto pessimismo. Teimosa. Sou eu sendo a melhor versão de mim mesma.



Postar um comentário