quinta-feira, novembro 01, 2012



Se eu deixei de ver sentido
No que a gente tem vivido... perdoa
Sei que tenho te exigido
Ser melhor do que tem sido... perdoa

Se eu deixei de ver beleza
No que é teu de natureza... perdoa
Essa falta de clareza
É uma forma de defesa... perdoa

Eu não quero guerra, jogo, azar e mágoa
Mas a gente é terra, fogo, ar e água
Quando tem um lado meu que te alimenta
Outro quer te anular

Você diz acreditar nesse romance
Que a felicidade está ao nosso alcance
Se quiser que nada tenha sido à toa... perdoa!

[Pedro Mariano]
Postar um comentário